Weby shortcut
Reino Unido
Dia D Direitos Humanos Goiás Capa

Dia D debate a garantia de Direitos Humanos na Regional Goiás

Por Mariza Fernandes Santos. Criada em 14/11/18 14:53.

Combate ao assédio foi principal tema do evento

Texto e fotos: Regional Goiás

No intuito de debater temas como preconceito, segurança, racismo e assédio, a Regional Goiás da UFG realizou na última semana, o “Dia D de Direitos Humanos”, que teve início no período da tarde e adentrou a noite com mesas temáticas e palestras no auditório da Unidade Acadêmica Especial de Ciências Humanas. Ao todo, 341 pessoas entre estudantes, servidores, profissionais e a comunidade em geral participaram do evento, que contou com uma grande mobilização e envolvimento.

Dia D - Regional Goiás 1

O evento teve colaboração de palestrantes da UFG Regional Goiânia e também profissionais do município de Goiás. A palestrante mais aguardada do evento foi a presidente da Comissão de Combate ao Assédio Sexual, Moral e Preconceito e vice-reitora da UFG, professora Sandramara Matias Chaves.

De acordo com a psicóloga da Regional, Damaris Morais, a proposta do encontro foi impulsionada por duas grandes campanhas realizadas no âmbito da UFG: a campanha de combate ao assédio sexual, lançada no primeiro semestre de 2018, e a campanha de combate ao assédio moral, a ser lançada nesse mês. “Queremos trabalhar de forma preventiva, antes que aconteça”, frisou a psicóloga.

Assédio e Direitos Humanos

Durante o evento, a psicóloga da Regional, Damaris Morais, realizou um sociodrama que envolveu estudantes e docentes em cenas comuns no cotidiano. Após às 19h, a professora Maria Meire de Carvalho, representante da Regional Goiás junto à Comissão de Assédio da UFG e líder do Grupo Feminista G-SEX, coordenou a mesa temática “Assédio moral, sexual e preconceito”. Para a docente, o Dia D de Direitos Humanos é uma atividade importante quee ganha outras proporções especialmente na atual conjuntura política do país.

Na mesa, participaram, a advogada do Centro Especializado de Atendimento à Mulher (CEAM), Synara Baía, e a coordenadora da Ouvidoria da UFG, Denize Ribeiro, que apresentou dados sobre as denúncias feitas e esclareceu sobre o papel do órgão na UFG e quais os caminhos para denunciar os casos. A autoridade mais esperada no evento foi a professora Sandramara Matias Chaves, que voltou para a mesa à noite e discorreu sobre as formas de enfrentamento eficazes.. Falou da Comissão de Combate ao Assédio Sexual, Moral e Preconceito, cujo papel é de acompanhamento dos processos e que trabalharia com a prevenção dos casos junto à comunidade universitária.

Por volta das 20h, o docente do curso de Direito da Regional Goiás, prof. Allan Hahnemann Ferreira, ministrou a palestra “Direitos Humanos”. Em sua palestra, o professor destacou a importância dos Direitos Humanos e, a partir de ilustrações, desconstruiu o senso comum que envolve este tema e demonstrou as mais comuns violações aos direitos e o desrespeito às diferenças.

Fonte: Regional Goiás

Categorias: notícias