Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Cordel do Fogo Encantado (1 a ) Foto: Adriano Justiniano

Cordel do Fogo Encantado leva público a Viagem ao Coração do Sol

Por Versanna Carvalho . Criada em 12/09/18 09:49. Atualizada em 12/09/18 13:07.

Grupo pernambucano marcou presença no Projeto Música no Câmpus 2018. Foi a primeira vez que a banda retornou a Goiânia depois de uma separação que durou oito anos

Texto: Versanna Carvalho

Fotos: Adriano Justiniano

Cordel do Fogo Encantado (2 ) Foto: Adriano Justiniano

Turnê do quarto álbum da banda marca retorno aos palcos

A banda pernambucana Cordel do Fogo Encantado foi a atração do projeto Música no Câmpus na noite desta terça-feira (11/09). A apresentação faz parte da turnê de divulgação do quarto e mais recente álbum do quinteto, intitulado Viagem ao Coração do Sol. O repertório foi permeado por antigos sucessos como Ai se Sêsse, Tempestade e Os Oim do Meu Amor e novos como Liberdade a Filha do Vento, Raiar ou o Vingador da Solidão e Pra Cima deles Passarinho. O público, familiarizado a grande parte deles, mesmo com os novos, lançados há menos de seis meses, cantou, recitou poemas e dançou.

Foi a primeira vez do grupo em Goiânia, depois da separação que durou oito anos, mas a banda já esteve na cidade em várias outras ocasiões. O vocalista José Paes de Lira, o Lirinha, ressalta que a cidade, de certa forma fez parte da construção da música da banda. "Na primeira fase da banda viemos em algumas situações para cá, trazendo os nossos espetáculos. Teve uma vez que ficamos uma semana. Era um projeto que tinha oficina durante a semana e a gente tocava no final de semana. Acabamos nos envolvendo mais e aprofundando a relação com a cidade. Um dos nossos parceiros, o Emerson [Calado] morou um tempo em Goiânia, a filha dele nasceu aqui, e a gente terminou trazendo Goiânia para nossa história. Emerson saía de Goiânia para fazermos os shows", relata.  

Cordel do Fogo Encantado (3 ) Foto: Adriano Justiniano

Cordel do Fogo Encantado é de base percussiva 

Cordel do Fogo Encantado (3 ) Foto: Adriano Justiniano

Música diferenciada do padrão pop é característica do grupo 

A banda se diferencia da cena comercial pela junção de elementos da cultura popular nordestina a elementos da música contemporânea. O enfoque teatral é outra característica marcante com com dança, performances, declamações de poemas. "Desde o começo, a nossa música é diferente dos padrões da cultura pop. A nossa banda é de base percussiva e não tem contrabaixo. Contamos apenas com um instrumento harmônico, que é o violão. Há uma certa estranheza que nos acompanha e que transformamos em uma característica do nosso som", observa.

Cordel do Fogo Encantado (5 ) Foto: Adriano Justiniano

Para músicos, sertanejo divide espaço com cena alternativa em Goiânia e há público para todos

O vocalista ressalta que no show essa estranheza resulta em um momento especial. "É uma hora e meia de sonho. De mergulhar na nossa arte, como se ela abrisse um portal para uma outra experiência. E eu sinto que as pessoas estão junto com a gente [nessa experiência]".

Para os membros do Cordel, que conversaram com a imprensa depois do espetáculo, o fato de Goiânia ser um reduto de cantores sertanejos não afeta a boa receptividade a outros estilos. Emerson Calado lembrou que Goiânia também é conhecida pelos festivais de rock. "Aqui tem uma cena independente e os festivais são reflexo disso. Bandas alternativas daqui como Hellbenders e Boogarins são conhecidas nacionalmente", exemplifica.

Fonte : Secom

Categorias : Notícias Última Hora Música no Câmpus Proec

Listar Todas Voltar