Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Maria Lucy_capa.png

UFG concede título a pioneira de sua criação

Por Caroline Pires. Criada em 04/09/18 19:35. Atualizada em 05/09/18 17:00.

Maria Lucy Veiga Teixeira tornou-se Professora Emérita em cerimônia marcada pelo reconhecimento a sua trajetória de amor à docência e à música em Goiás 

Texto: Caroline Pires

Fotos: Carlos Siqueira

 

Maria Lucy_06.png

 

Aos seus 92 anos, Maria Lucy Veiga Teixeira caminhou serena e sob forte emoção para receber o título de Professora Emérita da UFG, embalada pelo som delicado do piano, das vozes inspiradas do Coro de Câmara da Emac e do carinho imensurável de ex-alunos. A cerimônia foi realizada na noite de ontem, 4/9, no Centro Cultural UFG e contou com a presença de autoridades, familiares, amigos e admiradores de sua indiscutível história de dedicação à música em Goiás.

Chamada carinhosamente de dona Fifia, a homenageada iniciou sua fala afirmando que o ser humano vive na dualidade entre emoção e razão, mas que frente a felicidade daquele instante, durante cada uma de suas palavras a razão iria acompanhar a emoção pura e sincera discursar. Lembrando sua história, desde a infância na Cidade de Goiás, Maria Lucy recordou com carinho os momentos mais marcantes de sua luta em prol da música e das artes no estado. Entre elas, uma das mais memoráveis conquistas, foi o despacho favorável de Juscelino Kubitschek, assinado as pressas dentro de um avião, no documento que permitiu que o então Conservatório Goiano de Música, criado em 1955, se somasse a outras quatro unidades que deram início a UFG, no ano de 1960.

Maria Lucy_05.png

Mesa diretiva da cerimônia homenageia Maria Lucy

 

Ainda em sua fala, ela ressaltou que, desde o início de sua carreira, o seu desejo sempre foi trabalhar com pessoas que pudessem levar ao mundo toda a emoção que a música desperta. "Considero de inestimável valor a oportunidade de convivência no Coral da UFG, congregando uma família, levando alegrias a muitos, e nos aproximando mais de Deus", emocionou-se a homenageada. Maria Lucy lembrou ainda que a honra recebida não é só dela, mas de todos os que compartilharam sua jornada.

Ao final da cerimônia suas afirmações culminaram em mais do que palavras e Maria Lucy foi surpreendida por um grupo de antigos alunos que lhe homenagearam com a apresentação de três canções da época em que dirigiu o Coral UFG, função que ocupou por 30 anos dos seus 38 anos de docência. Nesta oportunidade ela ainda surpreendeu e regeu os antigos alunos que, emocionados, cantaram seguindo suas orientações.

Maria Lucy_03.png

Maria Lucy rege seus antigos alunos do Coral UFG

 

A diretora da Escola de Música e Artes Cênicas da UFG, Ana Guiomar Rêgo Souza, destacou a emoção da entrega do título a uma das mais relevantes figuras da música em Goiás. "Seu conhecimento e lucidez fazem com que sua trajetória exale o respeito ao ser o humano", afirmou. Segundo ela, a garra e o entusiasmo de Maria Lucy na profissão são responsáveis por tantas conquistas em uma vida, marcada não só pela música, mas também pelo amor ao próximo.

Já o reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, afirmou que a palavra que marca a entrega do título é a gratidão de todos por Dona Fifia, segundo ele, uma das figuras mais participativas e atuantes na história da instituição. "Essa simplicidade e emoção que estamos vivenciando aqui esta noite são a própria UFG", afirmou. Ainda de acordo com o reitor, o encontro de gerações durante a cerimônia reforça o quanto a Universidade é forte e tem superado todos os desafios que enfrenta desde a sua fundação. 

Em seu discurso, o reitor lembrou ainda a tragédia do incêndio recente do Museu Nacional, administrado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. "Nunca seremos uma grande nação sem reconhecer a importância da educação, ciência, tecnologia e cultura que devem se constituir como políticas de Estado", frisou. Segundo ele, a cerimônia vem reforçar com todos que força e a coragem dos pioneiros são o impulsionador para que as universidades colaborem para a construção de um novo Brasil.

Além do reitor e da diretora da Emac, ainda estiveram compondo a mesa da solenidade a ex-reitora e Professora Emérita da UFG, Maria do Rosário Cassimiro, o ex-reitor da UFG e atual diretor da Fundação de Apoio à Pesquisa da UFG, Orlando Amaral, e os professores Robervaldo Linhares e Consuelo Quireze, ambos da Emac, que também participaram das ações junto ao Conselho Universitário com o objetivo de realizar a outorga do título a Maria Lucy. 

 

 Maria Lucy_02.png

 Maria Lucy Veiga Teixeira e Ana Guiomar Rêgo de Souza

 

 Maria Lucy_04.png

Ex-alunos da UFG e membros do antigo Coral UFG homenagearam a Professora Emérita

 

Maria Lucy_07.png

Coro de Câmara da Escola de Música e Artes Cênicas se apresenta

 

Fonte : Secom/UFG

Categorias : Última Hora

Listar Todas Voltar