Weby shortcut
Reino Unido
Faculdade de Direito capa

Congresso da Faculdade de Direito lembra os 120 anos da unidade

Por Luiz Felipe Fernandes Neves. Criada em 14/08/18 10:12. Atualizada em 14/08/18 10:14.

Abertura do evento teve homenagens a egressos e inauguração da Galeria de Ex-Diretores

Texto: Luiz Felipe Fernandes

Fotos: Carlos Siqueira

Na Faculdade de Direito da Universidade Federal de Goiás (FD/UFG), Têmis - a deusa da justiça - é agora uma mulher negra, cuja imagem passa a estampar uma das paredes da unidade acadêmica com as tintas do grafite. É a mesma imagem que compõe a identidade visual do IV Congresso da Faculdade de Direito, que teve início nesta segunda-feira (14/8), e que este ano tem como tema Os 120 anos da Faculdade de Direito: contributos e desafios ao ensino jurídico do futuro.

O significado simbólico de uma mulher negra representada por meio de uma arte urbana ainda marginalizada é um indício de que, em mais de um século de história, a Faculdade de Direito mudou. Mudança que a diretora da unidade, Bartira Macedo de Miranda Santos, evidenciou em seu discurso na abertura do evento: em 1898, a então Academia de Direito de Goiás foi criada para formar os bacharéis que comporiam a elite burocrática da Primeira República, fornecendo ensino aos filhos de famílias tradicionais que podiam pagar por isso. Em 2018, a Faculdade de Direito recebe 50% de estudantes negros ou com deficiência para a formação superior gratuita.

Faculdade de Direito

Grafite em uma das paredes da Faculdade de Direito foi feito pouco antes da solenidade de abertura do evento

Paradoxalmente, Bartira - a primeira mulher a dirigir a unidade - inaugurou a Galeria de Ex-Diretores. "É um momento de celebração e gratidão. É hora de rever nosso passado e agradecer a todos que ajudaram a construir essa faculdade", ressaltou. Para o presente e o futuro, a diretora falou do desafio da Faculdade de Direito de não ser apenas formadora de burocratas. "Temos plena consciência de que não podemos viver do prestígio do nosso passado. Que nossa missão seja a transformação social".

Entre as conquistas recentes da unidade, Bartira destacou a reforma do prédio, a nota quatro alcançada pelo Programa de Pós-Graduação em Direito Agrário e a nova era de relações institucionais. A internacionalização do curso e uma maior aproximação com a sociedade estão entre as principais metas para os próximos anos.

Faculdade de Direito

Na ocasião também foi inaugurada a galeria que homenageia os diretores que passaram pela Faculdade de Direito

Homenagens
Egressos da Faculdade de Direito da UFG e servidores da unidade também foram homenageados na solenidade de abertura do congresso. Uma comissão elegeu seis mulheres e seis homens que ocupam posições de destaque em suas áreas de atuação. Os homenageados receberam certificados de agradecimento.

O reitor da UFG, Edward Madureira Brasil, destacou que o papel exercido por essas pessoas são exemplo da qualidade do ensino jurídico oferecido pela Faculdade de Direito, que, acompanhando as demandas contemporâneas, também foi responsável pela formação da primeira advogada quilombola de Goiás. "É um orgulho muito grande saber que a nossa Universidade contribui tanto para o crescimento do estado e do país", ressaltou.

Faculdade de Direito

Diretora da Faculdade de Direito, Bartira Macedo falou das conquistas da unidade e dos desafios para o futuro

Edward lembrou que a Faculdade de Direito não só foi precursora da UFG, mas também teve atuação fundamental na criação da própria Universidade. Dos quadros da unidade acadêmica saíram os primeiros reitores, a exemplo do pioneiro Colemar Natal e Silva. Os professores da Faculdade de Direito Benedito Ferreira Marques e Eriberto Francisco Bevilacqua Marin também estiveram ao lado de Edward em seus dois primeiros reitorados, ocupando a vice-reitoria. Emocionado, ele também lembrou do procurador-chefe Everaldo Rocha Bezerra Costa, egresso da faculdade e falecido no dia 25 de maio.

Em defesa da universidade pública e gratuita, o reitor enfatizou que é preciso fazer valer o artigo 207 da Constituição Federal, que garante autonomia para as instituições. Esse princípio constitucional permitiu, por exemplo, criar uma turma do curso de Direito voltada para beneficiários da reforma agrária e agricultores familiares, em 2006, na Cidade de Goiás. "Para calar todos aqueles que duvidavam da proposta, a turma teve um desempenho no exame da OAB igual aos estudantes de Goiânia". Uma segunda turma está em andamento.

Faculdade de Direito

O reitor Edward Madureira prestou uma homenagem aos egressos da FD, a exemplo do procurador Everaldo Rocha

Programação
Após a solenidade de abertura, foi realizada a mesa-redonda Situação do ensino jurídico e sua repercussão nas instituições jurídicas no Brasil e em Portugal, com os professores Alessandra Silveira, Ricardo Marcelo Fonseca e Rogério Schietti Cruz. A programação do IV Congresso da Faculdade de Direito continua até o próximo dia 15, quando será realizado o 1º Encontro de Iniciação Científica, Pesquisa e Extensão da FD/UFG.

Acesse aqui a programação completa.

Fonte: Secom/UFG

Categorias: Última Hora