Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
Capes capa

Trabalhos da UFG são premiados em Prêmio Capes de Tese 2017

Por Angélica Queiroz. Criada em 11/10/17 11:11. Atualizada em 11/10/17 12:06.

Programa de Pós-Graduação em Física e Programa de Pós-Graduação em em Ecologia e Evolução tiveram teses premiadas

A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) divulga nesta terça-feira (10/10) o resultado do Prêmio Capes de Tese 2017, outorgado às melhores teses de doutorado defendidas em 2016. Dois trabalhos da Universidade Federal de Goiás estão entre os premiados.

A tese de Bruno Vilela de Moraes e Silva, do Programa de Pós-Graduação em em Ecologia e Evolução da UFG, foi uma das premiadas na área de Biodiversidade. O trabalho “Do surgimento à descrição: como o tempo e a extinção estão relacionados”, foi defendido no ano de 2016, sob a orientação de Levi Carina Terribile, da Regional Jataí, e coorientação de Miguel Ángel Rodríguez, da Universidad de Alcalá, Espanha.

Vanuildo Silva de Carvalho, do Programa de Pós-Graduação em Física da UFG recebeu menção honrosa pela tese "Aspectos de modelos eletrônicos bidimensionais fortemente correlacionados: aplicações em cupratos supercondutores", orientada pelo professor Hermann Freire Ferreira Lima e Silva, do Instituto de Física.

Confira a lista com todos os trabalho premiadosA cerimônia de entrega dos prêmios ocorrerá no dia 7 de dezembro de 2017, em Brasília.

Prêmio CAPES de Tese
O Prêmio consiste em diploma, medalha e bolsa de pós-doutorado nacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para participação em congresso nacional, para o orientador, no valor de R$ 3 mil; distinção a ser outorgada ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; além de passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação.

Grande Prêmio
Em parceria com a Fundação Conrado Wessel, o Grande Prêmio é outorgado para a melhor tese selecionada entre as vencedoras do Prêmio CAPES de Tese, agrupadas em três grupos de grandes áreas. Em cada ano, um cientista ilustre, brasileiro ou que se tenha radicado no Brasil, cuja pesquisa se tenha enquadrado no conjunto em que a premiação é concedida, é homenageado em cada uma das grandes áreas. Em 2017, serão homenageados Vital Brazil, na grande área Ciências Biológicas, Ciências da Saúde e Ciências Agrárias; Casimiro Montenegro Filho, nas Engenharias, Ciências Exatas e da Terra e Multidisciplinar (Materiais e Biotecnologia); e Aurélio Buarque de Holanda, nas Ciências Humanas, Linguística, Letras e Artes e Ciências Sociais Aplicadas e Multidisciplinar (Ensino). Concorrem automaticamente ao Grande Prêmio as teses selecionadas para a atribuição do Prêmio relativo à sua área. O resultado do Grande Prêmio CAPES de Tese será divulgado na cerimônia de entrega dos prêmios.

O Grande Prêmio consiste em certificado de premiação, troféu e bolsa de pós-doutorado internacional de até 12 meses para o autor da tese; auxílio para uma participação em congresso internacional, para o orientador, no valor de R$ 9 mil; certificado de premiação ao orientador, coorientador e ao programa em que foi defendida a tese; e passagem aérea e diária para o autor e um dos orientadores da tese premiada para que compareçam à cerimônia de premiação. Pela Fundação Conrado Wessel, são oferecidos três prêmios no valor de U$ 15 mil cada um para cada premiado nas três grandes áreas.

Categorias : Última Hora

Listar Todas Voltar