Weby shortcut
Bandeira Reino Unido
Youtube da UFG
Instagram da UFG
Picasa da UFG
Radio universitária
TV UFG
expo_poesia

Exposição: Como é a pintura, a poesia é

Evento

: Centro Cultural UFG

: Nacional

: 08 Dezembro 2017 a 26 Janeiro 2018

De 8/12 a 26/1/2018 a Galeria do Centro Cultural UFG (CCUFG) recebe trabalhos do artista plástico mineiro Luiz Martins, na exposição “Como é a pintura, a poesia é”. Vindo de uma temporada de projetos realizados em países como Itália, Áustria e Portugal, ele traz para Goiânia um projeto de leituras visuais que faz uso dos pontos de vista do observador em interação de sentidos e reflexões variadas.

O público poderá apreciar obras de diversas linguagens, entre tridimensional e bidimensional, colagens com materiais como metal e papel sobre madeira. A curadoria é de Samuel de Jesus, que define o conjunto como “poesia visual”. O artista foi um dos vencedores do Edital PROEC n.º 03/2016 – Seleção de propostas curatoriais para projetos artísticos no Centro Cultura UFG 2017.

A abertura oficial da exposição será realizada no dia 7/12, às 19h. As visitas são gratuitas e podem ser feitas de segunda a sexta-feira, entre 9h e 12h e 14h e 18h. Grupos que queiram agendar visitas podem escrever para educativaccufg@gmail.com ou telefonar: 62 3209-6499. O CCUFG está localizado à Avenida Universitária, n° 1553, Setor Leste Universitário.

expo_poesia

Texto curatorial, por Samuel de Jesus

De raízes mineiras, o artista visual Luiz Martins extrai o seu experimento estético que alcança através das artes a linguagem universal. Suportado pela práxis de lidar com matérias orgânicas e aproximá-las de suportes impressos, utiliza como insumo a escrita, que através da impressão gráfica tece um novo relevo. Assim, o artista se apropria do domínio técnico para, através de contínuas interferências físicas, transformar a matéria em sua obra, com maestria e poesia.

Assim, amparado por Horácio, que, na sua Arte Poética escreveu a expressão "ut pictura poesis", traduzida “como a pintura, a poesia é”, defendo os trabalhos de Luiz Martins, como poesia visual.

Nesta exposição, o público observará que está intrínseco nas obras expostas a ligação visceral do artista com os signos extraídos das formas mais ancestrais da comunicação e expressão gráfica, registradas através das pinturas rupestres, e os suportes gráficos contemporâneos suportados pela impressão gráfica industrializada. A defesa desta aproximação, entre a pintura e a poesia, pode ser referenciada por Plutarco, pois supostamente, são imitações da natureza.

Luiz Martins tem como característica principal o trabalho frenético na produção de objetos de arte que frequentemente revisita e consequentemente prolonga o diálogo entre signos de nossa ancestralidade com o mundo contemporâneo. A comprovação de tal exercício filosófico e estético pode ser observado em suas obras.

Ao observador atento recomendo dirigir o seu olhar para a composição material e plástica das criações, nas quais o artista se apropria de páginas retiradas de bíblias impressas que compõem e suportam a sua produção.

É na eloquência e da pesquisa permanente deste artista singular que esta curadoria procura entreter os visitantes com obras contundentes, e provocar a reflexão entre o discurso óbvio e o filosófico reflexivo.

A exposição apresenta obras de diversas linguagens entre tridimensional e bidimensional, colagens com materiais como metal e papel sobre madeira.

Serviço:

Exposição “Como é a pintura, a poesia é”, do artista plástico Luiz Martins

Abertura: 7 de dezembro de 2017

Horário: 19h

Visitação: de 8/12/2017 a 26/01/2018

Horário de visitação: 9h às 12h e 14h às 18, de segunda a sexta

Local: Galeria de Arte do CCUFG, Avenida Universitária, 1553 – Setor Leste Universitário - Goiânia

Entrada gratuita

Agendamento de visitas: educativaccufg@gmail.com ou 62 3209-6499

Listar Todas Voltar